domingo, 16 de fevereiro de 2014

SITUAÇÃO texto da Marli, garimpado na blogosfera

Quando pequena eu tinha um certo talento para a ingenuidade factual. Acreditava que se fosse obediente e estudiosa seria recompensada: ganharia as coisas que eu gostava. Acreditei durante muito tempo que o bem-te-vi era meu amiguinho particular, que ele cantava dizendo "bem-te-vi",apenas para avisar minha avó que eu estava me comportando bem, que estava pronta para receber os presentes. Foi um choque quando a ficha caiu, quando eu soube que as tais recompensas não funcionavam bem assim, que conduta ilibada é dever de cada um de nós. E que os bem-te-vis sempre cantavam daquela forma, porque era aquele o seu canto. Talvez eu ainda descubra outros equívocos desse tipo na minha vida, sei lá. (É possível, mas improvável, creio eu). No final das contas guardo comigo a lição básica que tirei de tudo isso: na vida sempre há algo para se aprender. Se estamos vivos, aprendemos. Que tal então abandonar de vez a ingenuidade e aprender que na internet ninguém, absolutamente ninguém é anônimo e que portanto você não pode fazer o que quiser, e que se abusar de seu direito de expressão e sair ofendendo os outros e violando os direitos autorais, pode sofrer punições legais e jurídicas? Saiba que no mundo virtual, como no real, ninguém pode simplesmente mandar às favas qualquer resquício de ética que já tenha tido. Pense nisso e não marque bobeira.


Beijos a todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Gostou ?????