sábado, 12 de outubro de 2013

AS CORES DO ELEFANTE - texto de Jan

Sempre amei estar na água e, ironicamente, a oportunidade de ter minha própria piscina, surgiu em função da minha deficiência física.
Feita num espaço pequeno e sob a orientação de terapeutas, a piscina foi durante algum tempo, muito proveitosa e gratificante.
Entretanto, depois de algum tempo, foi se revelando um problema: a água não se mantinha aquecida, pois o sistema de aquecimento desligava automaticamente. O problema seria com o aquecedor?...
Quando um dia, tendo marcado com o hidroterapeuta, não pudemos  “trabalhar”, entrei em pânico, pois eu tinha dentro da minha casa uma triste realidade: o meu sonho colorido transformara-se num “ELEFANTE BRANCO”.

Um dia... BUUUUMMMM! 


As chamas, alimentadas pelo gás, fizeram o elefante ficar VERMELHO como o grande caminhão estacionado na frente da minha casa, do qual saiam homens vestidos com capa anti-fogo que, carregando poderosas mangueiras, lançavam água em qualquer indício de fogo.
Eu estaria tendo um pesadelo? Não. Infelizmente era a realidade e eu a assistia através de uma nuvem real de fumaça CINZA.
Os vizinhos foram muito solícitos e os bombeiros agiram rapidamente.
Quando tudo acabou, trouxeram-me para ver o estrago
Em meio ao cheiro desagradável de coisas queimadas, pude ver que o elefante estava  PRETO.

Passaram-se algumas semanas e... 
A ausência de paredes laterais e do teto da piscina fizeram com que a luz do sol voltasse a incidir sobre as portas de vidro da varanda e eu tenho um arco-iris colorido dentro da minha casa...
Olhando para fora vejo uma piscina AZUL com água transparente e, nos vasos dispostos ao seu redor, vejo plantas VERDES renascendo. Até repor um sistema de aquecimento e fechar novamente a área, posso curtir esta imagem realmente poética.

Reativei a piscina, que foi bem aproveitada e muito curtida.

Até que, tendo os pulmões prejudicados, desativei definitivamente.

Meu sonho realizou-se, mas durou pouco...






O ELEFANTE voou num arco-iris colorido.

4 comentários:

  1. Ai Jan,que falta de sorte! É chato quando alguma coisa não funciona em casa,especialmente nesse caso que era pra hidroterapia. Espero que surja uma solução!bjs e boa semana pra vc!

    ResponderExcluir
  2. Hmmm, que pena mesmo... foi bom enquanto durou, então. Mas espero que propostas ainda melhores apareçam na tua vida... geralmente é assim, algo se vai para dar espaço a uma coisa ainda melhor. Beijos!!

    ResponderExcluir
  3. Puxa, que pena... tomara que ainda haja um meio de aproveitares vez ou outra uma piscina, mesmo tendo seu elefante voado desta forma. Achei muito poética a narrativa, mesmo triste. Consegues criar textos tão maravilhosos mesmo com as circunstâncias ruins. Isso mostra a ótima escritora que és. Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Olá Jan,
    Que triste! Espero que tudo se resolva da melhor forma.
    Beijos mil

    ResponderExcluir


Gostou ?????