quinta-feira, 27 de junho de 2013

OLÁ...


Hoje vim lhes apresentar o livro entitulado O AUTISMO É OUTRA HISTÓRIA e, através dele, sua autora  Nelci Guimarães. A Nelci não é blogueira... mas é 'internetista ativa' e mantém uma página no Facebook, bem aqui.
Conheci a Nelci no TRT, onde fomos colegas de trabalho, no final da década de '80 (faz tempo...). Trabalhamos juntas num ambiente agradabilíssimo, onde datilografávamos as minutas dos votos que vinham dos gabinetes dos Juízes (atualmente Desembargadores). 
O trabalho era mecânico, mas entre "besteirol" explícito e assuntos familiares, discutíamos gramática, morfologia, semântica e foco textual... acredito que ali aprimoramos a escrita e eu me interessei pela 'escreveção'...
Eu simpatizei logo com aquela mulher jovem, alegre e bastante feminina, que falava do marido com carinho, admiração e paixão e de cada um dos três filhos com o mesmo entusiasmo, a despeito de demonstrar um cuidado especial pelo filho mais velho, Thiago, que uma colega comum me contou que era autista. Não fiquei chocada, mas nunca percebera que minha nova amiga lutava uma luta familiar e social tão séria e intensa...

Um dia fomos a um evento informal na casa  da Nelci e então todo aquele quadro pintado em minha alma durante meses, tornou-se uma incontestável realidade: Luis, o marido, muito simpático e cordial, portou-se de modo a deixar-nos bem a vontade, enquanto os filhos Hugo e Virgínia (essa uma linda menininha de cachinhos acobreados...) e o Thiago muito 'na dele'.
Ficou evidente o esforço da família, no sentido de integrá-lo.
O tempo passou, mudamos de setor e passamos muitos anos sem conversarmos... Em comum temos o fato de sermos aposentadas.

Aqui e agora, aconteceu um fato que nos reaproximou:
Minha irmã aderiu ao Facebook: eu fui bisbilhotar a "cronologia" dela e, entre seus amigos, um nome me era familiar. 
Pelo telefone:
-" Nelci Guimarães é a mãe do Thiago e o Thiago é colega do Nando."
O Nando é meu sobrinho e tem uma deficiência mental, cuja causa não foi identificada. Ele e o Thiago são internos no Centro Conviver. Ambos são 'crianças grandes'.
E aí vai um jargão popular, já bem gasto:
'- Que mundo pequeno!' mas... a vida é grande e continua.
A Nelci é avó de um lindo bebê (filho do Hugo).
A Virgínia é uma linda mulher ruiva de cabelos longos e lisos, que diagramou, com muita criatividade, esse  livro.
O Thiago e o Nando convivem no mesmo Espaço.
Minha irmã e a Nelci são amigas.
Enfim, "tamo tudo junto e misturado"!

Assim, pudemos disponibilizar aqui, "O Autismo é outra História" pois o livro foi editado de maneira independente (sem vínculo com nenhuma editora e livraria comercial). A Nelci me mandou o arquivo e... 
Podem ler a introdução e o capítulo "'UM quebra-cabeça chamado autismo".
Na sequência dos dias, disponibilizo tudo (talvez eu abra novas páginas independentes...). Ah! Ganhei um exemplar do livro impresso, que guardarei sempre com muito carinho... quando ganhei dei uma 'lidinha' (por causa da minha limitação física). Mas já o reli todinho aqui.

4 comentários:

  1. Jan, importante a divulgação desse livro que aborda um assunto delicado e ainda pouco conhecido, o autismo.
    Um abraço a você e à Nelci!

    ResponderExcluir
  2. Jan, minha amiga, que história fantástica?! Li tudo com muita atenção e me vi pequena(e sou), diante das grandezas de Deus, sabe porque?

    Simplesmente porque as coisas não acontecem por acaso e se assim aconteceu foi por uma boa causa.
    Unir vocês duas (que trabalharam juntas e foram amigas por um tempo), e o filho dela com teu sobrinho. Maravilhoso isso!

    Ah, e me diga como posso adquirir um exemplar desse livro?
    Jan eu fiz um facebook, me add. Estou lá como vc me conhece aqui: Lu Cavichioli.
    beijos e boa noite querida amiga
    :)

    ResponderExcluir
  3. Olá Jan,
    Hoje mesmo estava vendo no programa da Fátima Bernardes a abordagem desse tema que está presente em uma das novelas.
    Esse livro deve ser ótimo. É importante mostrar e esclarecer dúvidas sobre o assunto.
    Beijos mil

    ResponderExcluir
  4. Janice, não tinha visto. Que bom saber que guardamos marcas e experiências boas daquela época em nossas vidas - apesar do tão difícil começo da vida adulta, e ainda mais, o autismo. Obrigada pela palavras tão delicadas. Obrigada por compartilhar sobre o autismo e levar às pessoas essas informações. Abraços especiais a todos que se sentirem recompensados...
    Um abraço afetuoso e de sempre...
    Nelci

    ResponderExcluir


Gostou ?????